Audiência Pública debate situação do Canil Municipal em Juiz de Fora.

Suspeitos de tráfico em Tocantins MG são presos pela PM em Descoberto.
fevereiro 11, 2022
PMMamb apreende 10 caminhões de combustível dentro de pátio irregular em JF.
fevereiro 11, 2022
Exibir tudo

Audiência Pública debate situação do Canil Municipal em Juiz de Fora.

Uma Audiência Pública (AP) será realizada na próxima segunda-feira, 14, na câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF), para discutir a situação do Canil Municipal da cidade. A AP foi solicitada pela Presidente da Comissão de Defesa, Controle e Proteção dos Animais da Câmara Municipal de Juiz de Fora, a vereadora Kátia Franco Protetora.

No mês passado, durante uma fiscalização no espaço, a vereadora precisou acionar a Polícia Militar (PM) para confeccionar um Boletim de Ocorrência (BO) de maus-tratos, visto a situação degradante em que se encontravam alguns animais doentes, em baias lotadas e sem veterinário responsável para atendê-los. Os animais foram resgatados pela vereadora e levados para uma clínica 24h, onde receberam atendimento médico.

continua após a publicidade

O canil também foi alvo de uma fiscalização da Polícia Civil, tendo a gestora do local sido ouvida e só não sendo presa, em flagrante, porque não foi encontrada. A própria gestora, após as denúncias da vereadora, pediu exoneração do cargo. “O que vimos nesses dias no Canil Municipal é uma verdadeira mortandade de animais, que adoeceram e não tinham atendimento adequado. Na nossa fiscalização, encontramos seis corpos de cães, dentro de um saco de ração, no freezer. Além disso, cães tão fracos que não conseguiam se mexer, outros se atracando devido a lotação das baias. Era cena de terror”, comentou a vereadora.


As denúncias, também, foram feitas pela falta de ração para gatos e para uma égua, abrigada no local, e visivelmente abatida no ato da fiscalização. “Mostramos para a população o que estava acontecendo no Canil Municipal. Agora, queremos apurar as responsabilidades, pois estamos falando de vidas. A prefeitura, em vez de admitir o erro e tentar conversar, para chegar em um ponto em que esses animais tenham dignidade, preferiu ir às redes sociais fazer um pronunciamento de uma administração que está pouco se importando com a causa animal. A própria população viu isso e lamentou o ocorrido”, disse.

continua após a publicidade

Foram convocados os veterinários responsáveis, protetores, e secretários do executivo, que têm responsabilidade no Canil Municipal, além da prefeita da Juiz de Fora. “Queremos saber o que eles têm a dizer à população da cidade, por enquanto só se esconderam atrás de uma nota. Queremos solução e responsabilidade da administração municipal com aqueles animais. Afinal, quantas feiras de adoção foram feitas? Como esses animais estão sendo tratados? Por que não há veterinário integral no local? Essas são algumas perguntas que estamos tentando resposta desde o primeiro mês de mandato”, afirmou.


Além da AP, a vereadora Kátia Franco ingressou na CMJF com um pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a responsabilidade sobre a omissão de cuidados para com os animais presentes no Canil Municipal. Uma médica veterinária constatou que animais doentes estavam em convívio com animais saudáveis, a ausência de medicamentos para os animais, estrutura inadequada, entre outros pontos. A farmácia do Canil Municipal estava em falta de remédios e a higiene do local estava ruim. “Não é de adora que tentamos conversar, fiscalizar. A prefeitura tenta maquiar, dizendo que está tudo muito bem e coloca a culpa da superlotação na pandemia”, disse. Até agora, a CPI foi assinada pelos vereadores Sargento Mello Casal e Bejani Júnior. Para conseguir avançar com a CPI, é necessário a assinatura de mais quatro vereadores.

Fonte : Assessoria da vereadora Katia Franco

Kadu Fontana
Kadu Fontana
Jornalista registrado no MTE desde 2014 , radialista, e proprietário do Portal RKF. www.instagram.com/kadufontana/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!