Reunião na Prefeitura de Rio Novo define que não haverá carnaval na cidade.

Dr. Galvão Duarte é reeleito presidente da 80º Subseção da OAB de SJN.
novembro 29, 2021
Carla Gruppi
Qualidade de vida e bem-estar
novembro 29, 2021
Exibir tudo

Reunião na Prefeitura de Rio Novo define que não haverá carnaval na cidade.

Em reunião entre os representantes das escolas de samba, Associação de Blocos Carnavalescos e o Executivo Municipal de Rio Novo, nesta segunda-feira (29), ficou definido que não haverá carnaval no município em 2022.

No encontro, que ocorreu na Prefeitura da cidade, os carnavalescos decidiram, por unanimidade, junto com o prefeito, Ormeu Rabello Filho, que o atual cenário da pandemia torna a realização da festividade um risco para a saúde dos rio-novenses. “Infelizmente, mediante a situação que o mundo passa hoje com a pandemia, junto com os presidentes das escolas de samba e blocos, chegamos à conclusão que seria incabível fazer o carnaval. Precisamos preservar vidas”, afirmou o prefeito.

continua após a publicidade

 

O carnaval de Rio Novo é tradicional e famoso na região, atraindo centenas de turistas para a cidade, que costuma receber mais de 15 mil turistas por ano durante as festividades. São cerca de 15 blocos que saem às ruas e duas escolas de samba. A estrutura do evento é tradicionalmente montada na praça principal do município. Na reunião desta segunda-feira, os representantes do carnaval da cidade destacaram a falta de segurança sanitária, ainda mais com a notícia da propagação da variante ômicron, originária da África do Sul.

Eduardo Xavier de Miranda, presidente da Mocidade Independente de Rio Novo, definiu a decisão como “coerente”. “A maioria das pessoas consideram que não é o momento para fazer o carnaval. Não temos segurança para fazer o carnaval como sempre fizemos, e nem mesmo segurança nos trabalhos dentro dos barracões para preparar. Silvana Maria de Souza, presidente da escola de samba Unidos de Barrabás, comentou sobre o temor de piorar o cenário epidemiológico da cidade caso houvesse carnaval. “Pra gente colocar a escola de samba na praça, para fazer um carnaval bonito, como sempre fizemos dependemos da população, dos turistas, e não tem como ser feito por conta do coronavírus. Seria um risco muito grande”, disse.

Márcia Otaviano Brasil é representante dos blocos de Rio Novo, famosos pela animação. Eles são os responsáveis por colocar milhares na rua. Ela também comentou sobre a decisão. “Como profissional da saúde, é excelente não ter. É um vírus invisível, não temos como saber onde ele estão. E os blocos são os que mais causam aglomeração, é quando as pessoas ficam mais próximas”, disse.

Festa em 2023

Ormeu Rabello Filho destacou o compromisso em fazer em 2023 um carnaval grandioso na cidade. As escolas de samba já irão começar os preparativos em janeiro de 2022. “Adianto que as duas escolas de samba e a presidente dos blocos estarão a partir de janeiro um trabalho para o carnaval de 2023, com mais tranquilidade, mais calma. Já vamos ter superado este mal que assolou o mundo e fazer uma festa para ficar na história de Rio Novo”, finalizou.

Fotos: Marcelo Ribeiro

Fonte: Prefeitura de Rio Novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!