Emocionante: garoto de Rochedo raspa o cabelo em apoio a amigo doente.

Homem é preso pela PM em Guarani após ameaçar ex-mulher com uma faca.
junho 12, 2021
Três pessoas são presas pela PM em ações consecutivas em Cataguases.
junho 13, 2021
Exibir tudo

Emocionante: garoto de Rochedo raspa o cabelo em apoio a amigo doente.

“Sempre a gente vai estar junto e sempre iguais”. Essa foi a promessa feita pelo pequeno Heitor Moraes, de 9 anos, enquanto raspava o cabelo em uma chamada de vídeo para apoiar um amiguinho de 10, internado num hospital de Barretos SP para tratar de uma doença grave.

No vídeo que viralizou na internet, Heitor esbanja sorrisos e se assegura de que o melhor amigo está assistindo enquanto o pai, o psicólogo Rafael de Moraes, raspa seu cabelo. Do outro lado da tela, seu amiguinho chora e pede: “Para! Não precisa! Desliga!”. O vídeo publicado no instagram do pai de Davi já foi assistido e emocionou quase 700 mil pessoas.

continua após a publicidade

Os garotos são amigos desde que tinham 1 ano e meio. Ambos são de Rochedo de Minas (12 km de São João Nepomuceno). Os meninos viram a rotina mudar completamente após o mais velho descobrir a doença há cerca de dois meses e precisar ser internado às pressas em outro Estado.

“Foi tudo atropelado, de uma hora para outra. […] O Heitor perguntou para mim por que Deus não dividia a doença do amigo com ele, ele queria metade da doença para ele ser solidário ao seu amigo”, relata Rafael.

Empatia

 

A ideia de raspar o cabelo surgiu do próprio Heitor, segundo o pai. Ao descobrir que seu amigo iria perder os cabelos por causa do tratamento de quimioterapia, o menino decidiu que, já que não poderia dividir a dor com o melhor amigo, dividiria a aparência.

 

Responsável pelo corte, o pai conta ter sido dominado pelas lágrimas. “Eu sou meio durão pra choro, mas na hora não consegui segurar a emoção. Eu só posso me sentir muito privilegiado de participar desse momento e, mais ainda, muito orgulhoso do meu filho”.

Distantes, mas juntos

 

Apesar da distância, os amigos continuam unidos e conversam frequentemente. Rafael conta que, no início do mês, a avó de Heitor o levou para visitar o melhor amigo no hospital no interior de São Paulo. “Chegaram lá e ficaram eufóricos, brincaram, ficaram conversando”, lembra.

Por conta do tratamento, não há previsão para o retorno do garoto internado á sua cidade natal. Enquanto isso, a dupla “inseparável”, como descreve Rafael, tenta manter pela internet as brincadeiras, os jogos e o carinho de sempre

Fonte : G1 Ribeirão Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!