Policial militar é preso suspeito de colaborar com criminosos durante “Operação Versus”.

Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo em Guarani.
dezembro 20, 2020
Alinhamento entre Júpiter e Saturno poderá ser visto a olho nu na noite desta segunda.
dezembro 21, 2020
Exibir tudo

Policial militar é preso suspeito de colaborar com criminosos durante “Operação Versus”.

Um policial militar foi preso neste domingo (20) durante a Operação “Versus” realizada nas cidades de Visconde do Rio Branco e Cataguases. O agente, que não teve a identidade revelada, é suspeito de envolvimento com grupo criminoso que pratica tráfico de drogas.

A ação foi deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional da Zona da Mata, em conjunto com a Polícia Militar (PM).

continua após a publicidade

Ao todo, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. De acordo com o MPMG, durante as ações foram localizados e apreendidos objetos de interesse às investigações, inclusive uma porção de substância entorpecente.

As diligências realizadas neste domingo são decorrentes da Operação “Duplo Impacto”, deflagrada pelo Gaeco em março deste ano, que desmantelou duas organizações criminosas, sendo 17 membros denunciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte de armas, homicídios e outras infrações violentas.

A operação deste domingo contou com o apoio da Corregedoria da PM, promotores de justiça, policiais militares e servidores do MPMG.

Imagem ilustrativa

Versus

A palavra “Versus” tem origem no latim e indica relações de oposição ou contradição, já que, durante as investigações realizadas, apurou-se que, em tese, um policial militar teria elo com integrantes de um grupo criminoso, praticando ações contrárias aos valores éticos inerentes à Polícia Militar de Minas Gerais, opondo-se à lei.

Fonte : Fellype Alberto, G1 Zona da Mata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *