PM prende dois e recupera 15 cabeças de gado em Santana de Cataguases.

Cidades romperam contrato com a Copasa alegando precariedade dos serviços.
outubro 18, 2020
Guarani: PM recupera moto e apreende revólver municiado.
outubro 19, 2020
Exibir tudo

PM prende dois e recupera 15 cabeças de gado em Santana de Cataguases.

A Polícia Militar prendeu duas pessoas e recuperou nesta sexta-feira, 16 de outubro, quinze cabeças de gado em duas fazendas localizadas no município de Santana de Cataguases. A operação foi realizada após a PM receber diversas denúncias a respeito deste crime naquele município. Segundo aquela corporação, onze pessoas estariam envolvidas com furto de gado que vinha ocorrendo na região. Um dos presos confessou o crime acrescentando que teria vendido vários animais roubados.

Durante a operação, que culminou no resgate dos animais roubados, uma das vítimas reconheceu a posse de nove cabeças no curral onde eles foram encontrados. Três reses foram localizadas em outra propriedade e três bezerros também foram encontrados, todos furtados. A maior parte dos animais estava na Fazenda da Fumaça, pertencente ao Hospital de Cataguases que negou ter conhecimento sobre a permanência dos animais no local.

continua após a publicidade

De acordo com o Boletim de Ocorrência, houve uma tentativa de negociação não concluída por falta de acordo na forma de pagamento, para a Fazenda arrendar um pasto ao autor confesso do furto.

Com o desenrolar da operação, uma terceira vítima foi até os policiais para relatar ter sido vítima do mesmo crime. O homem que já estava preso, assumiu também a autoria daquele furto, acrescentando ter roubado três bezerros e os vendido em seguida para uma pessoa com propriedade rural em Santana de Cataguases. Procurado, o comprador confirmou a transação, revelando ter pago R$ 3.900,00 pelos animais assegurando, entretanto, que não sabia se tratar de gado roubado. Os autores presos, de 44 anos, que confessou o crime, e seu comparsa, de 29, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Cataguases onde foram adotadas as medidas administrativas. Um caminhão foi fretado pelos proprietários dos animais para levá-los de volta às propriedades de origem.

Fonte : Site do Marcelo Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *