MÉDICA SANJOANENSE SE DESTACA TAMBÉM COMO VEREADORA EM CATAGUASES.

ESCOLA CORONEL JOSÉ BRAZ EM S.J.NEPOMUCENO É ALVO DE ARROMBAMENTO E INVASÃO.
outubro 31, 2017
MOTO É ROUBADA NA MG -126 EM BICAS E PM PRENDE CRIMINOSOS EM MENOS DE UMA HORA.
outubro 31, 2017
Exibir tudo

MÉDICA SANJOANENSE SE DESTACA TAMBÉM COMO VEREADORA EM CATAGUASES.

A médica sanjoanense Maria Ângela Girardi , vereadora eleita com o maior número de votos na última eleição no município de Cataguases vem a cada dia se destacando mais na carreira política. Maria Ângela é filha dos saudoso Sr.Nicolau Girardi e da Sra. Inésia Pereira.

Nesta terça-feira o Site do Marcelo Lopes , uma dos mais renomados da região e parceiro do RKF publicou uma reportagem sobre a atuação da sanjoanense que já reside naquela cidade há alguns anos . Abaixo reproduzimos na íntegra :

A Vereadora e médica Maria Ângela Girardi divulgou um relatório sobre a situação das Unidades de Atenção Básica Primária à Saúde, popularmente conhecidas como Postos de Saúde do município. Ela também visitou a sede do CISUM e a Gerência Regional de Saúde, ambos em Leopoldina, a fim de traçar um diagnóstico sobre a realidade do atendimento à saúde da população pelo serviço público. A conclusão do documento, segundo ela, é de que “são muitas as demandas comuns a todas as unidades visitadas”, revelou. Durante o percurso que aconteceu ao longo deste segundo semestre, Maria Ângela também ouviu os profissionais de saúde como enfermeiros e médicos lotados nestas unidades, a coordenadora do CISUM, Tarcília Rodrigues Fernandes e a Diretora da Gerência Regional de Saúde de Leopoldina, Aline Santos de Almeida.

O relatório, informa Maria Ângela, foi entregue ao Secretário Municipal de Saúde, Eliermes Teixeira de Almeida e ao Secretário Municipal de Serviços Urbanos, José Ângelo Lavorato. Nele estão as principais demandas encontradas pela vereadora que, de acordo com ela, necessitam de uma ação urgente do Executivo. São elas: Criação de um Sistema de Controle, Avaliação, Regulação e Auditoria; Atuação sobre a demanda reprimida em exames, encaminhamentos, médicos especialistas e para cobrir férias ou falta ao serviço de outro médico, cirurgias, entre outros; Fortalecimento do programa de Doenças Crônicas Degenerativas (tabagismo, hipertensão e diabetes); Fomentar a educação em Saúde; Criar o Prontuário Eletrônico: Admissão de estagiários para o trabalho administrativo; Capacitação continuada e considerações sobre Metas do PMAQ (Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade).

imageNa área estrutural o relatório da Vereadora aponta a necessidade de reforma em alguns postos de saúde e informa ter encontrado outros em “boas condições estruturais”. São eles: “Cataguarino, Bandeirantes, Pampulha, Centro, Haidêe e Paraíso.” Ainda segundo o documento, “a grande maioria das unidades de saúde está em estado precário, muitas delas necessitando de obras urgentes” como é o caso do Posto Taquara Preta, Sol Nascente, Guanabara, Beira Rio, Granjaria, Primavera, Vista Alegre, Aracati, e o do Thomé”. Os postos situados nos bairros Leonardo, Vila Reis, Santa Clara e Glória possuem demandas específicas e o posto de Sereno está em construção, afirma o documento registrando inclusive que a limpeza em alguns deles é “bastante deficitária”.
Maria Ângela disse que o trabalho realizado não tem por objetivo “culpabilizar este ou aquele governo e sim, procurar atentar para a importância da manutenção das boas condições de trabalho para o servidor público para que ele possa exercer, de uma forma digna e satisfatória, o seu trabalho junto ao munícipe, gerando um ciclo de cuidado e pertencimento”, explicou. Ela completou dizendo que este trabalho será levado agora para as escolas do município e, na sequência, para os demais órgãos públicos municipais..

O Secretário Municipal de Saúde, Eliermes Teixeira, confirmou ter recebido o relatório produzido pela vereadora e disse que este mesmo trabalho foi realizado no início do ano pela Vigilância Sanitária do Município. Segundo ele as causas para os problemas encontrados está no fato de a maioria dos postos de saúde terem sido construídos na década de 80. “Nós conhecemos a realidade e os problemas dos postos de saúde, mas não há recursos para reformá-los. Temos, por exemplo, o projeto pronto para a reforma do posto da Granjaria, mas não há dinheiro para isso. Em Sereno o serviço está em andamento e inserimos no PPA – Plano Plurianual – estas reformas”, conta. Eliermes, por fim, sugere aos vereadores buscarem recursos através de emendas de deputados para solucionar o problema. “Acredito que todos podem colaborar e ir até o seu deputado para que ele mande dinheiro para fazermos este serviço”, completou.

Veja, abaixo, fotos feitas pela vereadora sobre a situação dos Postos de Saúde no município.

image

image

image

image

image

REPORTAGEM  EXTRAÍDA DO SITE DO MARCELO LOPES .

Kadu Fontana
Kadu Fontana
Jornalista registrado no MTE desde 2014 , radialista, e proprietário do Portal RKF. www.instagram.com/kadufontana/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!