JUSTIÇA CONDENA SANJOANENSES A MAIS DE 30 ANOS POR LATROCÍNIO DO EMPRESÁRIO DE RODEIRO.

FOGO DESTRÓI RESIDÊNCIA NESTA NOITE DE TERÇA-FEIRA EM MURIAÉ MG.
outubro 25, 2017
HOMEM É PRESO EM MAR DE ESPANHA APÓS ALERTAR SOBRE BLITZ ANTI-DROGAS PELO APLICATIVO WHATSAPP.
outubro 25, 2017
Exibir tudo

JUSTIÇA CONDENA SANJOANENSES A MAIS DE 30 ANOS POR LATROCÍNIO DO EMPRESÁRIO DE RODEIRO.

Justiça condenou a mais de 30 anos de reclusão em regime fechado, os 04 acusados de envolvimento no sequestro e assassinato do Sr. Otaviano José de Souza de 58 anos, natural de Rodeiro MG, ocorrido na noite dia 25 de dezembro de 2016, na cidade de Guarani MG. Seu corpo foi encontrado na madrugada do dia 27 de dezembro, debaixo de uma ponte no distrito de Araci , pertencente a São João Nepomuceno.O caso teve grande repercussão regional e mobilizou as polícias militares de São João Nepomuceno, onde o corpo e três suspeitos foram localizados, e de Ubá, onde outro envolvido foi detido.O objetivo dos quatro era roubar o carro para cometer crimes e, por isso, sequestraram e mataram o homem.

O sentença foi proferida no dia 17 de outubro de 2017 na 1ª Vara Cível, Criminal e da Infância e Juventude de São João Nepomuceno pela Juíza de Direito, Dra. Elisa Eumenia Mattos Machado Penido.Três dos réus são naturais de São João Nepomuceno: Alex Martins, Roger da Silva Santos e Hélio Henriques Vargas Alves. Outro envolvido , José Carlos Meireles Constantino é um ex militar da aeronáutica que á época cumpria pena por matar um colega de farda e é oriundo de Barbacena. Ele estava em liberdade por indulto de natal .

Abaixo as sentenças dos condenados por crime considerado hediondo, cujas penas deverão ser cumpridas em regime fechado :

ALEX MARTINS : 31 ANOS , 03 MESES E 22 DIAS

ROGER DA SILVA SANTOS : 30 ANOS E 16 DIAS

HÉLIO HENRIQUES VARGAS ALVES : 30 ANOS E 17 DIAS

JOSE CARLOS MEIRELES CONSTANTINO :30 ANOS E 16 DIAS

Aos condenados em primeira instância , cabe recurso, porém a juíza negou o direito aos mesmos de recorrer em liberdade conforme texto reproduzido na íntegra abaixo :

“NEGO AOS ACUSADOS O DIREITO DE RECORRER EM LIBERDADE, PORQUANTO PERMANECERAM PRESOS DURANTE A MAIOR TODA INSTITUIÇÃO CRIMINAL, NÃO HAVENDO MODIFICAÇÃO DOS FATOS E MOTIVOS ENSEJADORES DA DECRETAÇÃO DA CUSTÓDIA CAUTELAR , REVELANDO-SE AINDA INCONGRUENTE A COLOCAÇÃO DOS ACUSADOS EM LIBERDADE APÓS O RECONHECIMENTO DA SUA CULPABILIDADE, INCLUSIVE COM CONDENAÇÃO A PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE EM REGIME FECHADO. “

Dos quatro condenados , três estão presos no Presídio de Bicas e um no Ceresp em Juiz de Fora há cerca de 10 meses , período este que deverá ser descontado da pena aplicada .

ABAIXO AS REPORTAGENS DA ÉPOCA PELA REDE RECORD E PELA WEB TV MINAS DE UBÁ. O SITE REPÓRTER KADU FONTANA FOI O PRIMEIRO A DIVULGAR O CRIME OCORRIDO EM TODA MINAS GERAIS . 

 

 

 

Kadu Fontana
Kadu Fontana
Jornalista registrado no MTE desde 2014 , radialista, e proprietário do Portal RKF. www.instagram.com/kadufontana/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!