Chácara: suspeito é indiciado por burlar sistema e receber 3ª dose da vacina contra covid-19.

Bombeiros controlam incêndio em vegetação ao redor de Guarará MG.
setembro 22, 2021
Zema diz que Minas Gerais pode ficar sem energia “a qualquer momento”.
setembro 22, 2021
Exibir tudo

Chácara: suspeito é indiciado por burlar sistema e receber 3ª dose da vacina contra covid-19.

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu a investigação – proveniente de requisição do Ministério Público – para apurar representação da Secretaria de Saúde do município de Chácara, na Zona da Mata mineira, noticiando que teria detectado a revacinação de um usuário que teria, em tese, recebido três doses de vacinas contra Covid-19.

Entre elas, duas do imunizante CoronaVac – no município de Juiz de Fora – e uma dose da vacina da Pfizer – no município de Chácara. Após trabalhos investigativos, um suspeito de 35 anos foi indiciado pela prática do crime de estelionato.

continua após a publicidade

Conforme a titular da 4ª Delegacia, delegada Ione Barbosa, a Polícia Civil ouviu testemunhas que tomaram conhecimento dos fatos, assim como o suspeito, concluindo a apuração. “Esse tipo de conduta há obtenção de vantagem ilícita, pois a vacina é rara, cara e de propriedade do Poder Público, que adquiriu com a finalidade de imunizar a população, seguindo o Programa Nacional de Imunização”, explica, complementando que a configuração do crime de estelionato ocorre quando a pessoa – mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento – burla o sistema de vacinação e toma a terceira dose da vacina contra a Covid 19.

Ainda segundo a delegada, a pena prevista para o crime é de reclusão, de 1 a 5 anos, acrescida de 1/3 – por ser praticada contra o Poder Público -, além de multa.

Reportagem Kadu Fontana com informações da PCMG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!