Empresários através da FIEMG doam 03 “capacetes elmo” para o Hospital São João.

Operação conjunta recupera em Astolfo Dutra moto roubada em Dona Euzébia.
abril 14, 2021
Governo de Minas anuncia saída da macrorregião Sudeste da zona roxa.
abril 15, 2021
Exibir tudo

Empresários através da FIEMG doam 03 “capacetes elmo” para o Hospital São João.

Os mais remotos registros da presença humana na Terra destacam os conflitos. Nas guerras antigas e medievais, por exemplo, elmo era uma proteção, espécie de capacete, que protegia a cabeça de soldados envolvidos nas batalhas. Em 2021, na luta contra a Covid-19, Elmo é o nome de um capacete de respiração assistida – fruto de pesquisa e inovação no Ceará – que tem recuperado pacientes da insuficiência respiratória, consequência de complicações da doença.

continua após a publicidade

Para o dispositivo recuperar pacientes do Ceará e de outros estados brasileiros como Goiás, Amazonas e Maranhão –, pesquisadores cearenses de várias áreas estavam diante da pressão de buscar uma solução local, de rápido desenvolvimento e que pudesse salvar vidas.

Foto: academiamedica

O dispositivo foi inspirado na experiência de médicos italianos que usaram máscaras de mergulho no tratamento de pacientes com Covid-19 e no uso de ‘helmet’, capacetes hiperbáricos, utilizados em doenças de descompressão na Europa e nos Estados Unidos.

A Fiemg (Federação da Indústrias do Estado de Minas) anunciou, no dia 01 de abril , a doação de 500 aparelhos ajudam a melhorar a respiração de pacientes internados e, assim pode reduzir em até 60% a necessidade de transferência para UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo).O Hospital São João em São João Nepomuceno recebeu na manhã desta quinta-feira 15 de abril, três destes aparelhos com tecnologia 100% brasileira.

O reportagem do Portal RKF esteve presente no Hospital São João para a apresentação simbólica dos três “elmos” que na verdade foram entregues na última terça-feira 13/04 Os equipamentos fazem parte de uma doação de empresários do ramos de indústrias de roupas de São João Nepomuceno. Os “elmos” foram subsidiados pela FIEM em valores bem abaixo do mercado. De acordo com Júlia Schincariol, presidente do Sindicato Patronal das Indústrias do Vestuário da cidade e que juntamente com seu pai, José Roberto Schincariol, representaram a FIEMG na apresentação do equipamento, cada “elmo” custou cerca de R$1.250,00. Estiveram presentes pelo Hospital São João Sebastião Sérgio (Paraná), provedor daquela casa e Ronaldino Guarnieri Borges – tesoureiro.

Ronaldino (e) , Júlia Schincariol e Sebastião Sérgio ( Paraná) (d)

Assista abaixo a transmissão ao vivo através do Facebook RKF-Show de Bola.

Reportagem Kadu Fontana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *