Bicas: relatório final da CEI que pedia exoneração de secretário é reprovado por 2 votos a 1.

Resultados e classificação do Regional da LAU de Futebol após a 4ª rodada.
setembro 23, 2019
Ônibus com 22 anos de uso é apreendido em Piraúba.
setembro 24, 2019
Exibir tudo

Bicas: relatório final da CEI que pedia exoneração de secretário é reprovado por 2 votos a 1.

Nesta tarde de segunda-feira 23 de setembro a CEI- Comissão Especial de Inquérito se reuniu na Câmara Municipal de Bicas ás 15 horas para votação do relatório final do inquérito conhecido como ” CEI do Sítio ” que apontava possíveis irregularidades no sítio da sobrinha  secretário de Obras daquela cidade, Sr. Luís Fernando Passos Souza,no qual estariam trabalhando dois empregados com vínculo empregatício na prefeitura.Após argumentação do relator, Diego Bordonal Gonze, que ratificava sua convicção de que as provas apresentadas (como áudios que seriam dos empregados admitindo as irregularidades, vídeos, pen drives, fotos, mais o registro do boletim de ocorrência na PM) seriam bastantes para  apresentação de seu relatório em plenário da Câmara, cujo teor constava o pedido  de exoneração do secretário, citado.

continua após a publicidade

Logo após falou o presidente da comissão , vereador Tiago Henrique Queiroz de Souza que fundamentou seu voto na questão de que todos os documentos citados anexados ao processo foram negados pelos diante da comissão pelos citados. Frisou o presidente que ao questionar os servidores, este não confirmaram  serem dos mesmos as vozes contidas em gravações e não confirmaram os fatos narrados no relatório. Em certo ponto do depoimento, o vereador disse que ele se baseou no que lhe foi apresentado diante da CEI e não pelo que foi falado fora dela.O seu voto foi contra o relatório do vereador Diego, porém ele disse que era contra a exoneração pedida do secretário, mas a favor de enviar para a análise do Ministério Público. Citou uma CEI anterior onde ele também teria participado onde se acusava  também vereador Joel Milão de falsidade ideológica e na Justiça, de acordo com seu relato ele pôde se defender sem que tivesse que ter o ônus de perder o mandato sem uma prova concreta contra si.

Por fim votou o membro da comissão, o vereador Aílton Moreira Mendes que acompanhou o presidente.Portanto por dois votos a um o relatório foi reprovado.

O presidente da comissão irá emitir um novo relatório que deverá ser entregue até a próxima sexta-feira 27 de setembro ao presidente da Câmara Municipal Luís Paulo Rocha . O relator Diego disse que irá pedir recurso ao plenário, porém , de acordo com Guilherme Sabino Daniel, servidor da Câmara que participou também da reunião como determina o regimento, haverá de se fazer uma consulta jurídica ao procurador da comissão , Dr. Magela dos Santos, que irá determinas se o relatório será passado para apreciação do plenário ou não o seu voto em separado. Disse ainda Diego que solicitará a apreciação em plenário de seu relatório ao presidente da Câmara.

ABAIXO O VÍDEO DA REUNIÃO QUE DEFINIU A VOTAÇÃO DO RELATÓRIO FINAL .

 

REPORTAGEM KADU FONTANA

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *