Recordista da maratona Ronaldo da Costa rifa tocha olímpica pra manter projetos sociais diz site.

Carro desgovernado colide contra muro próximo ao “morro da matriz” em São João Nepomuceno.
maio 21, 2019
PC apreende 3 toneladas de maconha e armamento pesado no interior de caminhão em Juiz de Fora.
maio 22, 2019
Exibir tudo

Recordista da maratona Ronaldo da Costa rifa tocha olímpica pra manter projetos sociais diz site.

O mineiro Ronaldo da Costa surpreendeu o mundo há 21 anos ao vencer a Maratona de Berlim e quebrar um recorde mundial que durava quase 10 anos, com a marca de 2h06min05s. Hoje, ele surpreende os próprios amigos ao rifar a tocha olímpica que carregou antes dos Jogos Rio-2016 para evitar o encerramento das atividades de dois projetos sociais. Ronaldo trabalhou entre 2012 e 2016 para o projeto Clube dos DescalSOS, criado pelo Instituto Joaquim Cruz e que atende mais de 60 crianças e adolescente entre 5 e 18 anos, utilizando o atletismo, mas acabou não seguindo na função após o encerramento da Olimpíada do Rio de Janeiro. Ele soube do corte de investimentos da Caixa Econômica Federal e, para não deixar que o projeto se encerre, decidiu fazer uma rifa com a tocha e outros objetos seus. Além do Clube dos DescalSOS, ele também pretende ajudar o projeto C3, que atende não só crianças, com o trabalho social, mas também tem atletas de alto rendimento. O C3 está correndo risco pela falta de recursos.

“Estava em casa sentado, vi a tocha no canto do guarda-roupas e pensei no projeto em que sou padrinho, que faz parte do Instituto Joaquim Cruz, mas está acabando agora. Para o projeto não parar, eu preciso ajudar de alguma forma e eu não vou ajudar em dinheiro, vou comprar material para as crianças, cestas básicas para ajudar a meninada lá em Águas Lindas. Tive essa ideia, vai me ajudar em alguma coisa e ajudar essa criançada também”, afirma o atleta, que no ano passado entrou para o Hall da Fama da Maratona de Berlim..

Sempre estou dando apoio, não falo financeiro, mas sou padrinho, para usar o nome e ajudar essa galera. O recurso da Caixa, pelo jeito, vai acabar mesmo. Em alguns projetos ela já está saindo fora e atingiu esse projeto também, mas eu quero ajudar”, completa o mineiro.

continua após a publicidade

Amigos de Ronaldo, como o medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima e o vencedor da São Silvestre Emerson Iser Bem, foram convocados a ajudar. Muitos, quando souberam da rifa “em prol de Ronaldo da Costa”, questionaram se o ex-recordista estava bem, mas aceitaram ajudá-lo comprando a rifa, que tem o valor de R$ 10 e o total de 2.500 números. Ele espera arrecadar pelo menos R$ 15 mil.

Na foto Ronaldo da Costa em Bicas MG com Marco Aurélio Ayupe ex futebolista.

“Muita gente me chamou de doido, perguntou se eu estava passando fome, necessidade, mas eu disse que não, mas se você comprar essa rifa, me ajuda. Eu trabalhei até pouco tempo dando aulas para funcionários dos Correios, o programa chama Bem Estar, que é para dar mais qualidade de vida para os funcionários e estou esperando renovar o contrato. Estou no segundo ano e querendo ir para o terceiro ano. E no fim de semana eu viajo para evento, para dar palestras, para complementar a renda. E quem quiser, pode me ajudar aí”

Nascido em Descoberto, Minas Gerais, o ex-atleta profissional de 48 anos tem ainda em seu currículo a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata-1995 nos 10.000 metros, venceu a Corrida de São Silvestre em 1994 e disputou os Jogos Olímpicos de Atlanta-1996. Ele reclama da falta de continuidade de projetos criados para longo prazo envolvendo o esporte no Brasil. “Eu vim para Brasília em 2012 a convite do Ricardo Vidal para trabalhar no Instituto Joaquim Cruz. Trabalhei lá até 2016. Era para trabalhar dois ciclos olímpicos, Rio-2016 e Tóquio-2020, mas no Brasil o esporte, o atletismo, tudo que é para longo prazo, não funciona muito. E depois da Olimpíada acabou o projeto porque foi cortada a verba pela Caixa. No Brasil nada funciona, tirando o futebol. Se o futebol está ruim, imagine os outros esportes”. Nos bilhetes, Ronaldo coloca seus próprios dados bancários e até seu contato pessoal.

A rifa será sorteada no dia 13 de julho pelo sorteio da loteria federal e tem, além da tocha, uma camisa autografada por ele, dois pares de tênis de corrida e um relógio de corrida com GPS. Os dados para quem quiser comprar a rifa de Ronaldo da Costa estão abaixo:

Ronaldo da Costa (CPF: 789.035.136-49)

Banco do Brasil Ag:1003-0  Conta corrente:43219-9

Caixa Econômica Federal (Poupança) Ag:1067 Conta: 013.00030433-6

Para entrar em contato, vá ao Instagram de Ronaldo: https://www.instagram.com/ronaldodacosta20605/

FONTE : UOL

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *