S.J.Nepomuceno é a cidade com o maior número de casos prováveis de dengue da Zona da Mata.

Homem simula porte de droga, diz que corre risco de morte e se entrega na delegacia de S.J.Nepomuceno.
março 12, 2019
PM apreende menor com pedras de crack no Bairro Três Marias em S.J.Nepomuceno.
março 12, 2019
Exibir tudo

S.J.Nepomuceno é a cidade com o maior número de casos prováveis de dengue da Zona da Mata.

O número de incidência subiu em sete cidades da Zona da Mata na lista de casos prováveis de dengue. Chácara, Patrocínio de Muriaé, Piraúba, Rio Pomba, São João Nepomuceno, Tabuleiro e Visconde do Rio Branco registraram crescimento conforme o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta terça-feira (12).

Os resultados são referentes às duas primeiras semanas de março. Sete cidades do levantamento anterior continuam no ranking com um somatório maior dos últimos dados, divulgados em fevereiro. Apenas Antônio Prado de Minas permaneceu com a mesma incidência (120,19) da última pesquisa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

São João Nepomuceno lidera o primeiro lugar da lista em número de incidência de casos com 1431,91. Em seguida aparece Rio Pomba (1367,59), Patrocínio de Muriaé (1021,13), Piraúba (541,52), Chácara (483,71), Visconde do Rio Branco (197,94).

De acordo com a SES-MG, em Juiz de Fora o índice de incidência é 27,67. O número é considerado baixo pela organização. A cidade registrou sete novos casos prováveis nas duas primeiras semanas de março, enquanto no mês inteiro de fevereiro, foram contabilizados 130.

Confira a tabela com o aumento do número de incidência nas setes cidades da Zona da Mata

Incidência de casos prováveis de dengue

Cidades Incidência Situação
Antônio Prado de Minas 120,19 Média
Chácara 483,71 Alta
Patrocínio do Muriaé 1021,13 Muito Alta
Piraúba 541,52 Muito Alta
Rio Pomba 1367,59 Muito Alta
São João Nepomuceno 1431,91 Muito Alta
Tabuleiro 328 Alta
Visconde do Rio Branco 197,94 Média

A estratificação dos valores utilizada pela SES-MG contribui para avaliação, planejamento e orientação das medidas de controle vetorial e ações de vigilância em saúde.

INFORMAÇÕES : G1 ZONA DA MATA

Kadu Fontana
Kadu Fontana
Jornalista registrado no MTE desde 2014 , radialista, e proprietário do Portal RKF. www.instagram.com/kadufontana/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!