SHOWS DA EXPO 2018 : PROCURADOR DO MUNICÍPIO DEVERÁ EMITIR SEU PARECER SEGUNDA-FEIRA.

MOTOCICLISTA MORRE APÓS COLIDIR CONTRA CAMINHÃO EM MURIAÉ.
março 29, 2018
IDOSO É MORTO APÓS SOFRER AGRESSÃO NA RUA EM TABULEIRO MG.
março 30, 2018
Exibir tudo

SHOWS DA EXPO 2018 : PROCURADOR DO MUNICÍPIO DEVERÁ EMITIR SEU PARECER SEGUNDA-FEIRA.

No último dia 20 de março de 2018, ás 13 horas, foi realizado no Setor de Licitações da Prefeitura Municipal de São João Nepomuceno o Pregão Presencial nr 32/2018 que dispunha sobre contratação de empresa para organização da 44ª Exposição Agropecuária de São João Nepomuceno de 11 a 16 de maio de 2018.Na oportunidade, a empresa Luiz Carlos Cestaro -ME foi a vencedora. Participaram também a Murisom Eventos e Sonorização Ltda, Renata Cândida da Costa -ME, YMA Rodrigues Empreendimentos Ereli ME e Magno Áudio Promoções Ltda. A empresa vencedora deveria apresentar no prazo de 05 dias corridos, os contratos dos artistas que constavam na grade flutuante ( a princípio Leonardo e Fernando & Sorocaba ). Porém três dias após as empresas YMA e Magno Áudio interpuseram recurso á decisão do processo licitatório alegando irregularidades. As demais empresas foram cientificadas do fato, segundo informações colhidas pela reportagem do RKF junto ao Setor de Licitações da Prefeitura Municipal de São João nepomuceno nesta quinta-feira 29/03 e  já entregaram suas defesas. Ressalte-se ainda que o prazo de 05 dias corridos segundo informações colhidas no mesmo setor, ainda não foi iniciado.

Todo o processo seria entregue ás mãos do Procurador Geral do Município de São João Nepomuceno, Dr. Michel Alves de Souza que deverá até segunda-feira 02/04 se pronunciar oficialmente sobre toda esta questão. O seu parecer será enviado ao prefeito municipal que terá poderes para acatar totalmente, parcialmente ou indeferir,encerrando assim em âmbito administrativo municipal, todo este imbróglio. Em caso de indeferimento por parte do prefeito Ernandes José da Silva , poderá ser marcada nova data para novo processo licitatório.

Em caso de deferimento por parte do administrativo, recursos das empresas envolvidas que ainda se sentirem lesadas, somente serão possíveis recorrendo ao Ministério Público.

REPORTAGEM KADU FONTANA

 

 

Kadu Fontana
Kadu Fontana
Jornalista registrado no MTE desde 2014 , radialista, e proprietário do Portal RKF. www.instagram.com/kadufontana/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!